LEIA MAIS
Por que paramos de falar em startups?

Quem lia nosso blog deve ter reparado (ou não lia): não escrevemos nada faz pelo menos 6 meses. Claro, mantivemos algumas postagens em redes sociais, mas o fato é que […]

Odeie a Bel Pesce – agora é ‘hype’

Até uma semana e pouco atrás, todos os exultantes e fascinados “empreendedores” por profissão no mercado online e nas redes sociais adoravam e idolatravam a Menina do Vale. Não importa […]

Devo criar minha empresa no Brasil ou no exterior?

Muitos empreendedores jovens, alguns ainda vivendo com os pais, têm feito repetidamente a si mesmos e a colegas, amigos e conselheiros essa mesma pergunta: “devo abrir minha empresa aqui ou […]

TNW Tendências – mobile e educação em alta

A The Next Web (TNW) liberou a lista com 16 das 20 startups selecionadas para participação em sua próxima conferência latino-americana, em São Paulo, nos dias 22 e 23 de agosto. Com pesada participação, com cinco empresas selecionadas, a Argentina mostra que em termos de startups está pronta a rivalizar com o Brasil. Duas brasileiras já foram selecionadas por antecipação – Doubleleft e ResolveAí – e outras quatro empresas serão selecionadas aqui, durante o próprio evento.

Os primeiros 16 finalistas foram escolhidos entre 114 startups, sobrevivendo a três rodadas de corte: envio de formulários e dados, vídeos e entrevistas.

[fresh_divider style=”dashed”]
Mercado mobile em alta

Com base nas empresas selecionadas, dá para perceber que o mercado mobile para a América Latina está, sem dúvida, chamando a atenção dos investidores. A despeito do grande uso de celulares na região, smartphones ainda são relativamente raros e o crescimento do acesso a esses aparelhos abre um horizonte promissor a qualquer empresa atuando nesse mercado.

Entre as brasileiras, a Doubleleft está plenamente focada nesse segmento, desenvolvendo aplicativos e jogos para fãs de celebridades. A empresa é um projeto apoiado pela Aceleradora.

Dentre as demais finalistas, atuam no mercado móvel as argentinas Kinetik e Jampp. A primeira é uma espécie de app store com caráter social, onde usuários registrados recomendam e trocam opiniões e experiências relacionadas ao uso de aplicativos móveis. A Jampp, por outro lado, oferece soluções para a monetização de apps, atuando mais próximo a desenvolvedores. Ambas atuam com suporte da NXTPLabs.

Também participa nesse segmento a holandesa Skin Vision, que trabalha com um sistema que pode monitorar problemas de saúde com celulares a partir de manchas e colorações suspeitas na pele.

[fresh_divider style=”dashed”]

Educação e Desenvolvimento Pessoal – a bola da vez

Mas se o mercado mobile atrai as atenções, as startups com foco educacional, em treinamento, carreiras e desenvolvimento pessoal reinam entre investidores participantes do evento da TNW. Os vizinhos argentinos participam com o site de carreiras e talentos Workana. Do Chile, serão duas startups com foco educacional: a Agent Piggy e a TomoClases.

O Agent Piggy aparece com uma proposta realmente diferente: educar crianças do ponto de vista financeiro. Em uma era onde o consumismo chega até as casas das famílias por meio da internet, a empresa chilena aparece com um modelo promissor e que, sem dúvida, possui apelo em qualquer região do mundo.

O TomoClases é uma startup chilena semelhante a diversas outras que vemos no Brasil, e até mesmo algumas que também participarão do evento, como a norte-americana Oja.la. No caso de ambas, o foco é uma rede de cursos e vídeo-aulas acessíveis ao público, com preços amigáveis, mas que também possam subvencionar a atividade de tutores, professores e coachs.

A uruguaia Kidbox.net também possui apelo educacional – a startup trabalha com um software que permite aos pais monitorarem e restringirem o conteúdo online acessado pelos pequenos, além de oferecer diversos jogos e atividades educacionais.

[fresh_divider style=”dashed”]

Outros concorrentes

Participam ainda do evento a argentina t-Art, uma loja de camisetas onde designers submetem estampas, num modelo muito similar ao do aclamado Camiseteria.com no Brasil. Aliás, um forte rival, caso venha a atuar no mercado brasileiro.

A também argentina Mercado Transporte, uma rede de cotação de fretes rodoviários, e as colombianas Myband.is (cujos fundadores já foram ouvidos pela Startupeando) e Solocontrata.me (um portal que relaciona oportunidades de compra de estatais e concorrências públicas) também são rivais fortes às startups brasileiras no evento. Ainda participam uma startup do Peru e outra da Costa Rica.

[fresh_divider style=”dashed”]



Comentários fechados.