LEIA MAIS
Por que paramos de falar em startups?

Quem lia nosso blog deve ter reparado (ou não lia): não escrevemos nada faz pelo menos 6 meses. Claro, mantivemos algumas postagens em redes sociais, mas o fato é que […]

Por que o disruptivo sobreviverá à crise?

Já nos acostumamos ao termo na área de startups e empreendedorismo: disruptivo. Grosso modo, a chamada inovação disruptiva, que vem sendo comemorada há alguns anos, é o ato de romper […]

João e o pé de feijão – startup edition

Era uma vez um menino chamado João. filho de um pobre fazendeiro, chegou um dia da escola, após a aula, durante uma forte geada. Ao chegar em casa, viu seu […]

Startups para ficar de olho em 2014 – Parte II

Como prometemos, estamos seguindo com a série de startups lembradas e pesquisadas por nossa equipe que devem causar ‘frisson’ e prosperar em 2014, com negócios muitos inovadores ou excepcionalmente bem posicionados no mercado. Nesta segunda parte, nos concentramos em alguns dispositivos e plataformas que podem revolucionar determinadas práticas, embora em tese sua inovação esteja muito mais concentrada no “modo” com o qual são usados do que na invenção ou criação de novas tecnologias.

Fim do ‘cartão-chave’

Tenho muitos amigos com contas correntes em bancos brasileiros que utilizam o maldito “cartão-chave”. Tais bancos falam todo o tempo em tecnologia, mas obrigam seus clientes a carregar um cartão impresso com sequências de números, que são perguntadas pelas máquinas e caixas automáticos, ou mesmo no uso do internet banking. Pois bem, tal prática era extremamente comum em jogos de computadores durante as décadas de 70 e 80, para assegurar que cópias fossem oficiais e não pirateadas. Que tal, então, se usássemos algo mais moderno?

Nos deparamos no final de 2013 com a SnowShoe, uma pequena startup que criou um dispositivo chamado “SnowShoe Stamp” – um pequeno e barato dispositivo para autenticação de operações e transações mobile que utiliza, no tal “carimbo”, cinco pontos distintos, que estão dispostos em posicionamento único, segundo mostra o vídeo abaixo. Uma saída mais moderna, simples e talvez mais barata do que ‘pins’ e cartões-chave dos bancos atuais.

O dispositivo do SnowShoe ainda possui uma API livre, não apenas para iOS e Android, mas com suporte para diversas linguagens, como PHP, Python, Java e Node.js.

Webcam + Kinnect

A revolução do Microsoft Kinnect é indiscutível, porém ainda nos encontramos naquele período de maturação das grandes inovações, durante o qual diversos desenvolvedores e pesquisadores aplicam determinado conceito em milhares de frentes distintas, até chegar a alguma aplicação perfeita e absolutamente necessária, que modifica o comportamento das pessoas e consolida o produto ou ideia de modo definitivo. Uma dessas boas tentativas, em relação ao conceito do Kinnect (e não ao uso do aparelho em si) é a startup Flutter.

Essa aplicação oferece um modo simples de comandar músicas, vídeos e outras aplicações por meio de gestos, utilizando webcams e câmeras em geral. Embora seu uso seja ainda limitado, o reconhecimento de gestos, bem como sua aplicação, devem avançar ao longo de 2014.

Flutter - Control music and movies with gestures.clipular

Um Android para ‘entendidos’

Outra startup que vem crescendo e ganhando notoriedade é a CyanogenMod – dona de uma versão desenvolvida em cima do código aberto do Android, que possibilita o uso de diferentes ROMs e traz recursos exclusivos e diferenciados para usuários do sistema oficial do Google. Pode parecer algo exclusivo para geeks e desenvolvedores, mas o caso é que a distribuição dessa versão já alcança ao menos 10 milhões de aparelhos, o que levou a empresa a levantar cerca de US$ 30 milhões em rodadas de investimento, apenas nos últimos quatro meses de 2013. Definitivamente algo para se ter em vista este ano.

O blog TechTudo dispõe de uma série de matérias sobre o assunto, neste especial.

SnapChat para tudo quanto é coisa

O SnapChat vem causando um belo movimento, especialmente agora no final de 2013, com os vazamentos de dados de usuários, mas o fato é que o app se tornou rapidamente popular entre usuários e também investidores, com as recusas de propostas de compra. Mas o aplicativo Younity, da startup Entangled Media, propõe um passo além, permitindo que se utilize qualquer tipo de arquivo em moldes semelhantes aos propostos pelo SnapChat. Usuários podem compartilhar músicas, vídeos e arquivos diversos para uso de listas selecionadas ou outros usuários em geral, mas sem possibilitar o download em nenhum momento.

younity-iphone-header

Potência chinesa

A chinesa de smartphones e smart TVs Xiaomi é uma marca sobre a qual poucos de nós ouviu sequer falar antes de meados de 2013. A empresa terceiriza boa parte de seu design e criação de produtos em crowdsourcing, conseguindo criar aparelhos com melhor tecnologia e visual por preços ainda mais em conta do que as tradicionais fabricantes chinesas de primeiro-preço. Apesar de a Xiaomi não ser a única a disputar esse mercado, a empresa foi recentemente, após algumas pesadas rodadas de investimento, avaliada em US$ 10 bilhões e pode se tornar a próxima potência asiática nesse segmento em 2014.

xiaomi.com.clipular



Comentários fechados.