Rabisquedo – empreendedorismo 2.0 encontra o modelo de desenvolvimento social e regional

[hr]

Muito se fala hoje em empreendedorismo social, assim como em startups e web 2.0, mas poucos são, de fato, aqueles projetos que conseguem de um modo claro contemplar e utilizar aquilo que há de melhor em ambos. A iniciativa do sorocabano Bruno Abdelnur e seu parceiro William Graciano parece ter encontrado o “ponto ótimo” entre um modelo empreendedor com o envolvimento da comunidade e de artesãos e sua alavancagem na web e em redes sociais.

Ex-programador, Abdelnur contou à redação da Startupeando que, no ano passado, deixou seu emprego buscando empreender e criar seu próprio negócio, embora não possuísse naquela altura uma ideia clara de que modelo ou plano de negócios seguir. “Por acaso encontrei várias folhas com desenhos de minha sobrinha e quis fazer algo bacana”, disse ele. Com desenhos a tiracolo, procurou uma conhecida de sua mãe, perguntando até que ponto seria possível reproduzir um dos desenhos da sobrinha, uma tartaruga, da maneira mais fiel possível em relação ao esboço feito pela criança. A costureira reproduziu o rascunho com sucesso, e a sobrinha seria apenas a primeira criança que o Rabisquedo, como o negócio foi batizado, faria feliz.

[hr]

[hr]

Inédito?

Abdelnur pesquisou, mas não achou nenhuma proposta similar no Brasil (a Startupeando também não). Ele afirma, no entanto, que descobriu experimentos similares no Canadá, Holanda e Escócia, mas muito mais centrados no próprio artesão, que produzia por conta própria e comercializava suas peças na internet. “Não achei nada em escala”, explica ele.

De qualquer modo, o site já está no ar em fase de “pré-lançamento”, mas sofrerá alterações no mês que vem, para ceder lugar a algo mais próximo da plataforma definitiva.  Apesar de visar o uso da plataforma em programas sociais, junto a crianças carentes, e também para o público em geral, Abdelnur vislumbra ainda possibilidades em negócios business to business, como a confecção de mascotes de empresas, por exemplo.

[hr]

Produção eficiente

Apesar de contar com apenas uma única artesã nesta fase de testes, o Rabisquedo já goza de grande eficiência operacional, considerando a peculiaridade e grau de customização dos produtos. “A artesã de que dispomos pode produzir sozinha por volta de 50 a 60 peças ao mês”, contabiliza, estimando entre 10 e 15 dias o período de tempo entre o envio do rascunho pelo cliente e término da confecção do boneco.

[hr]

Comentários fechados.