LEIA MAIS
Por que paramos de falar em startups?

Quem lia nosso blog deve ter reparado (ou não lia): não escrevemos nada faz pelo menos 6 meses. Claro, mantivemos algumas postagens em redes sociais, mas o fato é que […]

Pronto! Já pode desligar o módulo empreendedor!

Estranho um título como esse em um blog sobre empreendedorismo, startups e afins, não é mesmo? A verdade é que faz todo o sentido. Não irei perder meu tempo realizando […]

Limite de uso na banda larga – o que muda para startups?

Tudo indica que não vai ter jeito – a internet de banda larga será pedagiada, assim como ocorreu com as conexões de 3G e 4G. Teoricamente respaldadas por regras da […]

OQVestir.com.br – “menos é mais” no varejo online de moda

O varejo de moda continua relativamente resistente ao e-commerce, em comparação com outros segmentos, mas o fato é que as diversas lojas que surgiram ao longo dos últimos cinco anos tornaram o setor bastante presente na internet. Contudo, novas tendências mostram que, do mesmo modo que em vitrines, uma boa seleção vale muito mais do que um mix infindável de produtos, também para vender moda pela internet.

É com esse foco que surgiu o OQVestir.com.br – uma mescla de site de informações de moda, recomendações e vitrine virtual, seguindo uma tendência já bastante difundida nos EUA e Europa. Com um olhar muito mais criterioso sobre os produtos que comercializa, a OQVestir.com.br trabalha com mais de 120 marcas diferentes e não produz ela mesma uma única peça, porém já começa a se firmar como uma nova grife na cabeça do consumidor. Mariana Medeiros, CEO da startup (à direita na foto de cima, onde ainda figuram suas duas sócias – Rosana Sperandeo, à direita, e Isabel Humberg, ao centro), comenta que apesar de representar diversas marcas, o site está longe de vender ou ofertar coleções inteiras. “Nessa linha do ‘mais é menos’, fazemos uma forte pesquisa de tendências de mercado”, explica ela, dizendo que o crivo de sua equipe deixa de fora muitas peças, seja por seu caimento, ausência de coerência em relação às demais coleções, alertas e reclamações de consumidoras e até mesmo por questões de qualidade.

[fresh_divider style=”dashed”]

Duas tendências

Mariana afirma que o site da OQVestir.com.br se apega a uma das duas grandes tendências que ela enxerga no varejo eletrônico. A primeira delas é a proliferação de sites na esteira da Amazon.com, que comercializam toda e qualquer coisa e servem como portais de compra ao consumidor. Na outra ponta, a tendência de investimento em nichos e públicos específicos, como é o caso dessa startup, que segue a linha de sites especializados em moda para o público feminino, como o Net-a-Porter.

O foco em nichos traz algumas vantagens em termos logísticos e de margem. Mariana afirma que praticamente não há sobras de coleção e quase todas as peças encomendadas e compradas pela OQVestir.com.br acabam tendo saída. Sob o ponto de vista logístico, há visível economia em termos de estoque, embora despesas e planejamento com compras sejam mais árduos. “Minha equipe de compras já pesquisou o inverno do ano que vem e já está comprando”, diz ela. Enquanto isso, a equipe de vendas ainda centra esforços no Natal.

As dicas e recomendações do site também acompanham as linhas e tendências da moda no Brasil e no mundo e acabam sendo o diferencial da OQVestir.com.br. “As consumidoras confiam em nossa análise”, explica a executiva, dizendo que até o sistema de ERP da empresa foi customizado, de modo a receber descrições e avaliações mais detalhadas. “É como se estivéssemos conversando com o cliente na loja”.

[fresh_divider style=”dashed”]

Rápida evolução

Mariana, advogada de formação, conta que em seu início, nem ela nem suas sócias tinham qualquer experiência com e-commerce e sequer com varejo. “Muitos duvidavam do projeto”. Contudo, pouco depois de suas fundação, em meados de 2009, a OQVestir.com.br já ganhava a atenção dos primeiros investidores, tendo fechado um primeiro acordo entre fevereiro e março de 2010. Ainda em 2010, a empresa também fechou seu primeiro acordo com o fundo Tiger Global. Mais recentemente, o Tiger Global fechou mais um aporte na companhia.

A rapidez da escalada surpreendeu até mesmo o planejamento de Mariana e suas sócias: “havíamos desde o início planejado certo crescimento com recursos próprios, para depois buscar parceiros estratégicos, mas acabamos atraindo investidores antes do que esperávamos”.

Em relação a novas funcionalidades, Mariana diz que o site está em constante modificação, mas ainda vê muitas possibilidades de crescimento nesse segmento de atuação. Hoje, a OQVestir.com.br já conta com mais de 100 funcionários, um centro de distribuição de dois mil metros quadrados e registrou alta de 262% no número de peças vendidas nos últimos doze meses.

[fresh_divider style=”dashed”]



Comentários fechados.