Checkout10 – esqueça das cartelas do “ganhe um almoço grátis”

Startupeando fica nas imediações da Avenida Paulista. Fora o fator de ser caro pra diabo comer por aqui, a maioria ainda é restaurante a quilo. Acho que todos eles têm aquelas cartelinhas do tipo “10 carimbos valem um almoço grátis”. Nunca ganhei nenhum. A pizzaria em que pedimos também dá alguns cupons – juntando dez, vale uma mussarela. Conseguimos uma no ano passado.

A startup Checkout10 promete reverter esse quadro – a ideia é aposentar carimbos, vistos e adesivos em cartelas – tudo passa a ser online. O sistema funciona de modo semelhante à já conhecida Nota Paulista, aqui em São Paulo. Você dá o seu e-mail ou CPF ao pagar a conta e o restaurante, ou estabelecimento comercial, já credita um “adesivo” à sua conta do Checkout10.

[fresh_divider style=”dashed”]
Do problema até a simples solução

“Sempre carreguei esses cartões-fidelidade de papel na minha carteira. Chegou um dia que resolvi criar uma solução que pudesse evoluir com esse produto um tanto antiquado e que trouxesse benefícios tanto para os clientes quanto para as empresas”, explica o fundador Thiago Cardoso. “Na época, comecei a pesquisar o mercado e vi que havia algumas iniciativas similares ainda em fase embrionária nos EUA, mas nada parecido na América Latina”. Segundo ele, algumas iniciativas semelhantes no exterior já receberam aportes consideráveis, na casa dos US$ 10 milhões.

A startup já participou de eventos internacionais, como a Startup Chile, e inclusive já conta com premiações em seu currículo. “Ganhamos também o Concurso de Novos Negócios promovido pela FIESP/CJE e Anjos do Brasil, entre mais de 900 concorrentes. Isso acaba nos dando mais motivação para seguir adiante”, explica Cardoso.

[fresh_divider style=”dashed”]
Modelo curto e grosso

O modelo de negócios da Checkout10 é curto e grosso – cobrar um valor de assinatura dos estabelecimentos conveniados. Bem, não pegaria caso cobrasse do consumidor e é fato que restaurantes e lojas possuem algum custo ao imprimir esse tipo de cartela. É uma ideia simples, mas procede do ponto de vista comercial.

Cardoso ainda diz que no momento a plataforma ainda segue em beta, sem cobrança da tal assinatura, mas garante que algumas empresas já estão participando e servindo de parâmetro para o lançamento de um sistema definitivo, mais à frente.

[fresh_divider style=”dashed”]


Comentários fechados.