A nova onda criativa do Báltico

[hr]

Grandes centros mundiais se tornaram notórios clusters de desenvolvimento de startups, com destaque para São Francisco e o Vale do Silício, mas também para cidades como Nova Iorque e Chicado, nos EUA, Vancouver, no Canadá, Bangalore, na Índia e porque não, São Paulo, Belo Horizonte, Recife e outras capitais brasileiras. Contudo, outras localidades não tão óbvias passam por uma verdadeira revolução de criatividade e empreendedorismo, sendo que os Países Bálticos vêm ganhando destaque nesse cenário.

Ainda que, em comparação a outros centros, os números sejam de certa forma tímidos, diversas empresas realmente inovadoras, com propostas e modelos de negócio distintos e boa apresentação e desenvolvimento de plataforma surgem hoje na Letônia, Estônia e Lituânia. A Startupeando localizou e selecionou alguns dos projetos e startups mais inovadores e surpreendentes que emergem do Báltico, e devem ganhar o mundo nos próximos meses.

[hr]

Firma reconhecida para o Twitter

O Veritweet é um serviço recente vindo do Báltico, que propõe uma autenticação de usuário para o Twitter. Dados são checados e o perfil reconhecido, dando credibilidade à empresa ou indivíduo que posta. As vantagens do serviço, contudo, não param por aí: o Veritweet permite anexar PDFs aos tweets, cria categorias e canais que podem ser acessados e remetidos com o uso de um ponto (“.”) em lugar da tradicional hashtag. A ideia é criar perfis que possam ser distinguidos dos demais, por sua genuinidade e autenticidade, permitindo a empresa, celebridades e pessoas acessar seus mercados e leitores com propriedade, sem concorrer com clones e usuários falsos.

[hr]

Infográfico sem designer

Várias ferramentas hoje permitem a criação de infográficos por parte do usuário, mas poucas são tão simples e abrangentes quanto a lituana Infogram. O sistema permite a criação de infográficos a partir de planilhas do Excel “embedizadas” e possui uma série de diferentes templates que podem ser selecionados pelo usuário, embora ainda esteja em fase beta de testes. Os gráficos são interativos e fáceis de configurar, e podem ser compartilhados nas principais redes sociais.

 [hr]

Transferência e câmbio

Quem viaja muito, faz mochilões e tem família no exterior provavelmente conhece aqueles serviços de tranfer, tipo Western Union, ou já gastou fortunas com transferências bancárias de dinheiro. A startup Transferwise permite ao usuário usar o serviço de câmbio e transferência com poucos cliques, praticamente sem custo e com boa taxa de câmbio. É bastante improvável que tal plataforma chegue tão cedo ao mercado brasileiro, fechado e caro como é, mas quando o assunto é Europa, o negócio funciona e pode evitar muita dor-de-cabeça e dinheiro jogado no lixo.

[hr]

Mobile

No segmento de mobile e apps, são diversas as novas ideias vindas do Báltico. Selecionamos aqui uma delas – o TouchMessenger. O aplicativo permite apenas desenhar ou escrever com os dedos as mensagens e enviá-las através do celular. Vale a pena conferir – a versão para Android já opera e uma para Windows Phone está a caminho.

[hr]

 



Um comentário

  1. Elma says:

    legal as informações! Por acaso, Infogram é dá Letónia, não Lituânia.. Touchmessenger é sim!