LEIA MAIS
Por que paramos de falar em startups?

Quem lia nosso blog deve ter reparado (ou não lia): não escrevemos nada faz pelo menos 6 meses. Claro, mantivemos algumas postagens em redes sociais, mas o fato é que […]

Pronto! Já pode desligar o módulo empreendedor!

Estranho um título como esse em um blog sobre empreendedorismo, startups e afins, não é mesmo? A verdade é que faz todo o sentido. Não irei perder meu tempo realizando […]

Por que o disruptivo sobreviverá à crise?

Já nos acostumamos ao termo na área de startups e empreendedorismo: disruptivo. Grosso modo, a chamada inovação disruptiva, que vem sendo comemorada há alguns anos, é o ato de romper […]

5 startups com modelos focados em cores

O mundo está cada dia mais visual – a plena inclusão (ou seja, 100% da população economicamente ativa com acesso à internet) se aproxima e modelos de negócio têm, cada vez mais, de operar de modo simples, rápido e, principalmente, visualmente eficiente para ganhar o público. As cores, sob esse aspecto, voltaram a ter importância essencial na comunicação: grandes apps vêm baseando seus próprios modelos de negócio na percepção das cores por parte de seus usuários e, vale dizer, crescem e proliferam rapidamente. Hoje vamos conhecer algumas dessas startups e seus modelos de negócio, produtos e serviços.

[fresh_divider style=”dashed”]

Quente ou frio

O app Knotch é uma rede social que, convenhamos, lembra muito o Twitter. Até aí, nenhuma novidade – já são centenas de plataformas de micro-blogging por aí. O que diferencia o Knotch é exatamente o fato dos usuários poderem expressar suas opiniões e comentários “em cores”. O app permite que, quando postando, o usuário associe uma cor que representa a “temperatura” de seu comentário – literalmente, se o comentário é quente ou frio, e suas várias gradações. Além de criar uma forma visualmente interessante de expressar o teor do comentário aos usuários antes mesmo de a mensagem ser lida, o Knotch abriu espaço para uma rede na qual as métricas e análises de opinião são objetivas e rápidas: se o seu tópico é quente, estará em vermelho ou laranja, mas se não colou, provavelmente aparecerá em azul.

 [fresh_divider style=”dashed”]

Organizado… por cores

Perde-se a conta do número de organizadores e task managers que aparecem entre os apps, qualquer que seja o sistema. Uma infinidade de serviços realiza basicamente as mesmas funções, com features e até mesmo plataformas semelhantes e preços que podem variar e acabam sendo o fator de decisão para o usuário – que sempre que possível opta por aquele gratuito ou mais em conta.

O aplicativo Catch apostou nas cores para criar algum valor extra nesse mercado já abarrotado de concorrentes. Como em outros serviços, notas, horários, compromissos, fotos e outros podem ser compartilhados entre diversos usuários – a novidade fica por conta das pastas ou grupos de compartilhamento. Diferenciados por meio de cores bastante contrastantes, não apenas o visual é mais agradável, mas também a organização mais clara e direta.

 [fresh_divider style=”dashed”]

Sem sofrer na escolha

Mais uma comunidade do que uma startup propriamente dita, a rede ColourLovers merece destaque assim mesmo. Indispensável para designers, o site traz não apenas ferramentas e belos exemplos de paletas e sets de cores, mas também permite aos usuários compartilharem suas próprias paletas, em um ritmo de ‘quase’ rede social.

Embora a monetização do site esteja mais ligada a anúncios e parcerias, sua organização em ferramentas e grande disseminação, além de uma razoável API, imprimem todas as características de uma startup tradicional a essa comunidade de designers.

 [fresh_divider style=”dashed”]

Também para o hardware

O emprego de cores de modo marcante no modelo de negócio de um startup não se restringe apenas a empresas com foco em aplicativos ou mesmo no público de design ou arte, também no segmento de hardware é possível se diferenciar da concorrência através do uso inteligente das cores. Nesse caso, podemos citar o exemplo da Jawbone – a empresa chegou inclusive a adquirir outra startup que produzia pulseiras para rastreamento de funções vitais e uniu esse produto com sua outra linha do portfólio: fones e alto-falantes.

tumblr_m94g0mYFQ41qz9z1no1_500

As duas linhas de produto não têm realmente nada que ver uma com a outra… não fosse pelas cores. A Jawbone permite ao cliente a customização das cores de seus produtos, mesclando cores e criando padrões únicos, e criou aspectos de design que enquadram seus distintos produtos em uma linha única, do ponto de vista de moda. Não nos surpreenderíamos se, em uma próxima evolução, a empresa também partisse para o mercado ‘fashion’ e de acessórios.

[fresh_divider style=”dashed”]
Roupas no tom certo

Muito semelhante ao Knotch em sua dinâmica, o aplicativo ColorFit possui uma excelente plataforma que permite ao usuário concentrar suas preferências em termos de cores e modelos de roupas e receber sugestões e recomendações com base nesses dados. Mais uma vez, a cor é o atributo óbvio que move o MVP da empresa, não apenas no nome, mas no próprio app, como é possível ver na imagem.

[fresh_divider style=”dashed”]


Comentários fechados.